… eu escrevo, tu escreves, ele escreve,… mas…

diga-se o que se disser, não nos deixemos enganar que um escrito é sempre conjugado na primeira pessoa, antes de qualquer outra, com ecos que reverberam nos ouvidos do seu autor de forma inaudível para os outros

 
 
Anúncios